NOTÍCIAS




Mês de Segurança teve a participação de 38 instituições no Brasil e na América Latina


Em outubro de 2016, 38 instituições participaram do Mês de Segurança e realizaram ações voltadas à conscientização de usuários finais para a adoção de boas práticas de segurança no uso de dispositivos conectados à internet, visando alcançar prioritariamente a região da América Latina.

O conjunto de celebrações, que está em sua quarta edição, é coordenado pela RNP no Brasil e realizado em parceria com a Organização dos Estados Americanos (OEA) e a Cooperação Latino-Americana de Redes Avançadas (RedCLARA). Este ano, a escolha do mês de outubro acompanhou a data promovida por iniciativas regionais similares, principalmente pelas agências da América do Norte e Europa.

Entre as instituições participantes da América Latina, estão o Instituto Nacional de Pesquisa e Capacitação de Telecomunicações (Inictel) da Universidade Nacional de Engenharia (UNI) de Lima, no Peru, e a Escola Militar de Aviação Marco Fidel Suárez (Emavitic), em Cali, na Colômbia. Esta última optou por realizar um evento sobre os desafios de segurança e defesa cibernética em cidades inteligentes.

No Brasil, o Cefet de Minas Gerais foi uma das instituições participantes. O instituto organizou uma série de palestras na última semana de outubro, sobre oportunidades e mercado em segurança da informação, gerenciamento de falhas em Internet das Coisas, história da criptografia e testes de vulnerabilidade. As sessões foram conduzidas pelos próprios professores, alunos e estudantes de pós-graduação do Cefet-MG. Além disso, foi divulgado um formulário entre os alunos do curso de Engenharia da Computação do instituto para a realização de uma pesquisa sobre segurança tecnológica.

Em São Paulo, a Faculdade de Tecnologia de Americana (Fatec) promoveu um evento no dia 27/10, onde foram realizadas ações de conscientização e palestras para a comunidade. Foram abordados temas atuais, como o ransonware, tipo de malware que sequestra o computador da vítima e cobra um valor em dinheiro pelo resgate, além de criptografia, Internet das Coisas e segurança nas redes sociais. As ações foram promovidas pelos próprios alunos e professores do curso de segurança da informação da faculdade.

O CAIS/RNP, que apoia a disseminação da cultura de segurança na comunidade de ensino e pesquisa, participou de dois eventos em outubro, promovidos com o objetivo de disseminar conhecimentos ao usuário final. No dia 24/10, a Faculdade de Economia da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), em parceria com o Consulado Americano em São Paulo, promoveu um painel sobre cibersegurança para os alunos da instituição de ensino.

O analista de segurança do CAIS/RNP, Rildo Souza, participou do painel, composto por membros do NIC.br, Microsoft e a Polícia Federal, com a moderação do vice-cônsul do Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo, Brian Dito. “Foram discutidos os principais problemas de segurança hoje, como ataques de negação de serviço, ransonware, botnets e Internet das Coisas”, informou Rildo.

Já no dia 31/10, o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), promoveu uma palestra com o tema “Segurança da Informação, responsabilidade de todos!” para os seus colaboradores, e convidou o analista de Segurança do CAIS/RNP, Yuri Alexandro Ferreira. Na palestra, foram abordados conceitos básicos de segurança da informação, ameaças computacionais de hoje, dicas de uso seguro de computadores e dispositivos móveis e a importância da política de segurança.

 






Parcerias
Realização
© 2017 - RNP Todos os direitos reservados.   |  Conheça nossa Política de Privacidade